KN 2.0

Enquadramento

As regiões que apostam no conhecimento dispõem de características comuns e potencialidades similares, diferenciando-se nas formas de organização e nas especificidades das atividades que desenvolvem. O conhecimento – como marca de uma região – deve ser um instrumento que envolva centros de saber e centros de inovação, que devem ter um papel forte nas novas dinâmicas da evolução da economia global, e de uma rede de empresas que revelam a capacidade para fazer do conhecimento a sua alavanca competitiva.

De facto, num período marcado pela instabilidade e pela relutância em investir, a aposta no conhecimento e na inovação surge como prioritária. O elevado valor acrescentado que as regiões do conhecimento e inovação conseguem gerar é necessário para manter o nível de vida nos anos que se avizinham.

O Projeto Know Now, na sua primeira edição, lançou bases para a projeção internacional do Norte e do Centro como regiões de inovação e conhecimento. O reconhecimento e o impacto que teve – assentes nos bons resultados alcançados, para lá de uma assinalável execução e bom aproveitamento dos fundos públicos nacionais e comunitários, com distinção no top 3 dos melhores projetos europeus pela EEN – Enterprise Europe Network – valoriza o sucesso da aposta.

A sua importância regional, mas acima de tudo a magnitude e a extensão que se pretende atingir, sugeriram uma segunda edição (a continuidade e aprofundamento dos trabalhos) desta original iniciativa. Aproveitando as bases lançadas na primeira edição do Projeto Know Now, o CEC – Conselho Empresarial do Centro/ CCIC – Câmara de Comércio e Indústria do Centro e a UERN – União das Associações Empresariais da Região Norte desenvolvem a iniciativa Know Now 2.0.

Esta iniciativa materializa-se me dois projetos distintos que incidem sobre domínios e áreas de intervenção diferentes, porém complementares:

  • “Know Now 2.0 – Transformar Conhecimento em Valor”,
  • “Know Now 2.0 – Regiões de Inovação e Conhecimento”,

Pretende-se criar as condições internas e internacionais para o desenvolvimento de regiões de conhecimento, transformando esse mesmo conhecimento em inovação e em valor, aprofundando definitivamente as estruturas para fazer o Norte e o Centro regiões de inovação e conhecimento, capazes de competir, com sucesso, nos mercados globais.

Know Now 2.0 – Transformar Conhecimento em Valor

O “Know Now 2.0 – Transformar Conhecimento em Valor” preocupa-se em desenvolver as condições, os instrumentos e as ferramentas que potenciem a transformação do conhecimento em inovação e esta em valor no mercado. Desta forma estar-se-á a utilizar o potencial das regiões de conhecimento e inovação em desenvolvimento económico, que se traduzirá num aumento da riqueza e do bem-estar das regiões do Norte e Centro de Portugal.

Pretende-se dotar as empresas com ferramentas que apoiem o seu processo de internacionalização – a existência de informação útil sobre mercados, tecnologias e financiamento, bem como ferramentas capazes de apoiar as PME a um nível mais operacional.

Para transformar o conhecimento em valor a projeto apoia-se em:

  • Elaborar estratégias de expansão internacional baseadas em “informação de gestão inteligente”: relevante, específica e útil;
  • Proporcionar às empresas e aos agentes territoriais um conjunto de conhecimentos, que lhes permita perceber melhor a problemática da internacionalização, e de ferramentas, que facilitem a obtenção de sucesso nos processos de internacionalização que queiram empreender;
  • Disseminar e divulgar as boas práticas encontradas e os resultados alcançados, de modo a estender o impacto e provocar efeitos de arrastamento nas economias regionais.

As atividades do “Know Now 2.0 – Transformar Conhecimento em Valor” estão estruturadas em 3 grandes eixos:

  • Inteligência económica – recolha de informação relevante de gestão orientada para PME, mais especificamente informação sobre mercados preferenciais, para que os empresários tenham uma visão mais aproximada da realidade dos mercados onde podem apostar.
  • Instrumentos e Ferramentas – Para que as empresas possam passar da intenção à ação, será necessário conceber, testar e adequar instrumentos e ferramentas que potenciem um processo de internacionalização de sucesso. Procurar-se-á completar as ferramentas já disponíveis e criar novas que permitam apoiar fases mais avançadas do processo de internacionalização de PME.
  • Divulgação e Disseminação de resultados – A disseminação de resultados, que deverá acontecer ao longo de todo o projeto, revela-se uma fase crítica para transferir os outputs alcançados nas diferentes atividades para o maior número de agentes e empresas possível. A divulgação deverá potenciar os resultados, dando eco massivo. No momento de encerramento do projeto, uma gala servirá +ara atribuir prémios de mérito, distinguindo a excelência regional.

Concretizando deste modo as metas estratégicas do projeto:

  • Divulgação, Aprofundamento e Promoção da inovação e do conhecimento como eixos de desenvolvimento estratégico e de melhoria da competitividade das regiões e das empresas nelas implantadas;
  • Aumento da coesão regional e, por essa, via melhoria da competitividade do país;
  • Melhoria da capacidade empresarial de se relacionar com o tema inovação e internacionalização;
  • Captação de investimento estrangeiro através da promoção regional já efectuada e da interatividade do portal, que pretende ser “user frendly” com novas aplicações;
  • Aumento do valor via aumento do conhecimento;
  • Capacidade empresarial para adaptar as suas estruturas à internacionalização e inovação.

 

Projetando os seus resultados e estendendo o seu impacto, serão outputs do projeto:

  • Matching de tendências, mercados, sectores e oportunidades – serão efetuados diversos estudos que irão proporcionar informação direcionada para as empresas proporcionando-lhes um vasto conhecimento em áreas que fortalecem as suas intenções de inovar e de internacionalizar;
  • Eventos de Sensibilização e Promoção – servirão para difundir os resultados alcançados nas diferentes fases do projeto, envolvendo as comunidades empresarial e académica, estimulando à participação e à apropriação dos conceitos, das ideias e das práticas do projeto;
  • Reforço do Portal interativo – centralizará toda a informação recolhida, promoverá a comunicação e a difusão da informação, permitirá a partilha de recursos e necessidades, servirá de elemento nuclear na estratégia de promoção e imagem do território;
  • Ação Piloto “Internacionalização com Sucesso” – esta ação piloto vai permitir testar, medir e avaliar o desenvolvimento e a implementação da metodologia “internacionalização com sucesso”. A ação piloto irá envolver 30 empresas, mas será um ponto de partida para a construção da metodologia que se espera ser adequada a todas as PME, das regiões de referência, que se pretendam internacionalizar.

Know Now 2.0 – Regiões de Inovação e Conhecimento

O “Know Now 2.0 – Regiões de Inovação e Conhecimento” aposta no conceito de região de inovação e conhecimento que está associado às novas dinâmicas de desenvolvimento regional que se relacionam, inevitavelmente, com a capacidade de inovação e com a criação, difusão e exploração do conhecimento. Com o objetivo de prosseguir o aprofundamento das Regiões de Inovação e Conhecimento do Norte e do Centro, posicionando-as competitivamente nos mercados globais, a estratégia do projeto apoiar-se-á em três grandes eixos: cooperação, networking e promoção.

  • Eixo 1: Cooperação – Através do qual se procurará intensificar a dinâmica de cooperação das redes de centros de saber e os agentes empresariais, facilitando dinâmicas de criação de valor com base no conhecimento através da compreensão do seu posicionamento nas respectivas cadeias de valor globais. Para tal, incidir-se-á em três níveis distintos mas dos quais se espera obter efeitos complementares entre si:
    • A nível da região;
    • A nível das instituições;
    • A nível das empresas;

 

  • Eixo 2: Networking – Com este eixo, visa-se acelerar a integração plena das áreas de Conhecimento e Inovação nas dinâmicas emergentes dos mercados globais, de modo a tornar as estruturas produtivas mais competitivas através da geração de valor com base na utilização do conhecimento instalado nas regiões, implicando:
    • Numa primeira fase a identificação de áreas de interesse comuns entre um conjunto de áreas de atividades distintas, passíveis de resultar em ofertas conjuntas agregadas, aumentando a eficácia da oferta.
    • Numa fase posterior através da dinamização de encontros de negócios, seja pela via de missões empresariais no exterior, ou pela realização de missões inversas, promovendo a vinda de elementos internacionais.

 

  • Eixo 3: Promoção – Definir estratégias e alinhar instrumentos capazes de posicionar internacionalmente as regiões do Norte e do Centro como regiões de Inovação e Conhecimento, suportadas no conceito “Know Now, do conhecimento à inovação”, envolvendo:
    • A identificação dos locais e canais estratégicos para comunicar e estar presente;
    • A definição de um conceito e posicionamento diferenciadores para as Regiões Norte e Centro;
    • A definição de instrumentos e ferramentas susceptíveis de darem corpo e voz às Regiões do Norte e do Centro enquanto regiões inovadoras.

 

Os resultados susceptíveis de virem a ser obtidos com o desenvolvimento do “Know Now 2.0 – Regiões de Inovação e Conhecimento” poderão vir a conduzir a uma alteração profunda das Regiões do Norte e do Centro, devido a efeitos que, isolados ou conjugados, irão conduzir a uma maior capacidade competitiva das regiões, baseada nos pilares conhecimento e inovação:

  • Pela mudança de comportamentos que levará ao aumento da abertura à cooperação e à inovação;
  • Pela aproximação de vontades, conduzindo à possibilidade de se virem a delinear ofertas agregadas, potenciando os ganhos de escala;
  • Pelo aumento da visibilidade e notoriedade das regiões como um todo, intensificando a presença em redes estratégicas;
  • Pela capacidade de promover a comunicação e a disseminação, quer do ponto de vista sectorial, quer através casos individuais de sucesso.

Os outputs desta iniciativa, projetando os resultados esperados, serão:

  • Sessões temáticas – que marcarão o arranque do projeto, despertando consciências e colocando a temática do desenho regional e do conhecimento e inovação na agenda dos agentes.
  • Sessão de imersão – que juntará empresários, investigadores, associações, clusters e pólos, e outras organizações capazes de, conjuntamente, partilhar desafios, recursos e oportunidades. Terá a duração de dois dias nos quais se espera envolver pessoas, recursos e organizações em torno de um objectivo;
  • Presença em redes – através da realização de missões empresariais, institucionais e inversas, alargando a network das regiões para que estas se possam posicionar de forma mais central nas grandes dinâmicas de inovação e conhecimento;
  • Marketing internacional – uma vez definida a estratégia e os sectores de especialização das duas regiões, desenvolver um conjunto de atividades de marketing que conduzam à afirmação internacional de Portugal e, mais concretamente das duas regiões, reforçando a imagem destas;
  • Livros de Ouro 2.0 – edição virtual dos livros de ouro, constituindo-se um wall of fame de vários exemplos de sucesso capazes de inspirar os empresários. Serão bilingues e estarão alojados no portal Know Now.