Habitat Sustentável « KNOW NOW // Conhecimento e Inovação
Know Now

Habitat Sustentável

Caracterização

As palavras “sustentabilidade” e “inovação” representam a base deste agrupamento de instituições de diverso cariz. Estes temas entendidos enquanto factores dinâmicos e transversais deram o mote para a criação, em Julho de 2009, de um conjunto que agrega empresas, associações, entidades científicas, parques tecnológicos, incubadoras e autarquias.

O núcleo dinamizador da proposta que deu origem a esta estratégia de Eficiência Colectiva centrou-se em três instituições:

  • CTCV – Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro;
  • ITECons – Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico em Ciências da Construção;
  • Associação Plataforma para a Construção Sustentável – centro Habitat (tendo esta ficado responsável pela gestão e dinamização do Cluster).

Reúne três grandes fileiras que, de forma conjugada, procuram responder às exigências do mercado de forma sustentável e responsável, mas apostando igualmente na inovação e modernização:

O Plano de Acção do Cluster estrutura-se em torno de três eixos fundamentais de acção colectiva onde se enquadram um conjunto de projectos complementares devidamente adequados aos objectivos do cluster enquanto dinamizador de uma estratégia de eficiência colectiva. Os Projectos Âncora reflectem as três fileiras que o integram:


Projectos Âncora do Cluster Habitat Sustentável


Um dos grandes objectivos do cluster passa por desenvolver as capacidades de aproveitamento das novas oportunidades originadas pela evolução dos mercados, por exemplo no que respeita às novas tecnologias associadas à eco-eficiência e à domótica (a “casa sustentável e inteligente” como nova necessidade e novo produto). São igualmente objectivos aproveitar as necessidades oriundas:

  • Da evolução das políticas públicas (o primado da “regeneração” e da “reabilitação” na esfera da habitação e do habitat no desenvolvimento urbano);
  • Da complexificação do ciclo de vida da habitação;
  • Da redução da dimensão da família;

Ligação com diferentes subsectores

Um dos factores a realçar prende-se com a relação que tem e pretende vir a fomentar com diferentes subsectores, nomeadamente através de projectos de desenvolvimento de:

  • Produtos inovadores para diversos subsectores da indústria cerâmica, cimento, argamassas e betão, produtos metálicos e metalúrgicos, produtos eléctricos e electrónica, plásticos e materiais naturais. Todos eles subordinados a objectivos de multifuncionalidade, baixo conteúdo tecnológico e de conhecimento, baixo impacto ambiental e conceptualmente integrados com outros produtos na forma de sistemas;
  • Métodos, tecnologias e processos destinados a diferentes subsectores da indústria da fileira casa e da fileira construção inseridos no Cluster onde se incluem a reabilitação e a requalificação do património construído.

Quem o constitui?

Aparte das três entidades dinamizadoras já referidas, são várias as entidades que integram o cluster que vão desde empresas representativas das diferentes áreas do Cluster Habitat, Entidades do Sistema Científico e Tecnológico, Associações, Parques Tecnológicos, Incubadoras e Autarquias.

Alguns associados:

  • Soares da Costa;
  • Chamartin Imobiliária;
  • Recer;
  • Mota-Engil;
  • Termolan – Isolamentos Termo Acústicos, SA;
  • JPCruz;
  • Amorim;
  • WSBP;
  • SUSTENTARE – Consultoria em Sustentabilidade, Lda;
  • Bongás Energias;
  • EcoChoice, SA;
  • Entre outros.

De referir igualmente a presença das seguintes Câmaras Municipais:

  • Oliveira de Azeméis;
  • Estarreja;
  • Anadia;
  • Águeda.

Onde está?

O Cluster Habitat Sustentável tem abrangência nas Regiões Centro e Norte Litoral.


Quais os centros de saber que o suportam?

  • Universidade de Aveiro;
  • UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro;
  • ISEC – Instituto Superior de Engenharia de Coimbra;
  • CITEVE – Centro Tecnológico das Indústria Têxtil e do Vestuário de Portugal;
  • FCTUC – FCT Universidade de Coimbra;
  • IST – Instituto Superior Técnico;
  • ISEP – Instituto Superior de Engenharia do Porto;
  • IPVC – Instituto Politécnico de Viana do Castelo;
  • RAIZ – Instituto de Investigação da Floresta e Papel;
  • IPT – Instituto Politécnico de Tomar;
  • FCT – Fundação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa;
  • ITEConst – Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico em Ciências e Construção;
  • CTCV – Centro Tecnológico de Cerâmica e do Vidro;
  • FEUP – Faculdade de Engenharia do Porto.

Perspectivas de Desenvolvimento

Os principais resultados são, em síntese, os seguintes:


Para a gestão e dinamização do cluster nos próximos 3 anos foi criada a seguinte associação:

Habitat Sustentável

Entidade Gestora

Associação Plataforma para a Construção Sustentável

Endereço

Curia Tecnoparque
3780-544 Tamengos

Web

www.centrohabitat.net