Universidade do Minho – Escola Superior de Enfermagem de Calouste Gulbenkian « KNOW NOW // Conhecimento e Inovação
Know Now

Universidade do Minho – Escola Superior de Enfermagem de Calouste Gulbenkian

a)        Breve Caracterização

A Escola Superior de Enfermagem de Calouste Gulbenkian da Universidade do Minho é uma Escola de Ensino Superior com 95 anos de existência, vocacionada para a formação e desenvolvimento da Enfermagem, tendo diplomado cerca de 3000 enfermeiros altamente qualificados.

Foi criada em 1912 sob a dependência da Santa Casa da Misericórdia de Bragae denominava-se Escola de Enfermagem do Hospital de São Marcos. Em Maio de 1948, foi aprovado o seu primeiro regulamento, passando a denominar-se Escola de Enfermagem Dr. Henrique Teles. Em 29 de Outubro de 1961, foi inaugurada a nova Escola, tendo sido o financiamento de construção e equipamento oferecido pela Fundação Calouste Gulbenkian, passando por isso a denominar-se Escola de Enfermagem de Calouste Gulbenkian. Foi oficializada em 16 de Novembro de 1977, passando a constituir um estabelecimento oficial dotado de autonomia técnica e administrativa.

Conta desde o ano lectivo de 1999/2000, com o grau de Licenciatura em Enfermagem, e em 2004 passa a estar integrada na Universidade do Minho begin_of_the_skype_highlighting.

Assim, a Escola Superior de Enfermagem é hoje uma unidade orgânica de ensino politécnico da Universidade do Minho que assegura o desenvolvimento de projectos de ensino, investigação e outros serviços especializados no domínio da Enfermagem.

Desde 17 de Setembro de 2007 que a Escola funciona nas instalações do Edifício dos Congregados, na Avenida Central, em Braga, deixando de ocupar o edifício junto ao Hospital de S. Marcos, onde funcionou durante 46 anos, bem como as instalações que ocupou no Seminário Menor de Braga.


b)        Recursos e Tecnologias

A Escola dispõe de um auditório,  salas de aula, laboratório de informática, biblioteca, gabinetes de docentes, secretaria  de graduação e pós-graduação e laboratórios de Enfermagem, designadamente:

  • Laboratório de Saúde Materna e Obstetrícia;
  • Laboratório de Reabilitação;
  • Laboratórios de Fundamentos de Enfermagem;
  • Laboratório de Simulação de Enfermaria;
  • Uma sala de preparação de Enfermagem.

Os Laboratórios de Enfermagem da Escola Superior de Enfermagem estão equipados de forma a dar uma sólida formação prática e de acordo com as novas evoluções tecnológicas.   Os laboratórios de Enfermagem estão concebidos para a realização de aulas práticas e treino dos alunos em procedimentos de Enfermagem. Estes espaços encontram-se equipados com materiais e equipamentos necessários à prática de técnicas de Enfermagem, tendo como objectivo principais:

  • Dar suporte às disciplinas práticas dos cursos de Graduação e Pós-graduação;
  • Aumentar as competências técnico-científicas e relacionais dos formandos de forma a melhorar a qualidade das suas intervenções na prática clínica;
  • Proporcionar um ambiente adequado ao ensino prático a partir do uso de equipamentos modernos que simulam situações reais e reproduzem o ambiente hospitalar;
  • Adquirir em laboratório maior habilidade antes de executar técnicas junto do utente;
  • Diminuir o impacto psicológico do aluno quando executa técnicas invasivas pela primeira vez junto do utente.


c)        Principais áreas de investigação

O Núcleo de Investigação em Enfermagem (NIE) visa contribuir para a afirmação profissional através da construção de conhecimento disciplinar que garanta a qualidade dos cuidados de enfermagem. Nesse sentido, o NIE tem como missão desenvolver a investigação científica no domínio integrado das Ciências da Saúde e muito particularmente no domínio da Enfermagem.


d)        Casos de Sucesso

A investigadora Fátima Martins tem obtido resultados científicos relevantes no âmbito do seu doutoramento em Sociologia. Aplicado à Enfermagem, o seu último trabalho prova que Grávidas modificam comportamentos face aos mitos e crenças.