Universidade de Coimbra « KNOW NOW // Conhecimento e Inovação
Know Now

Universidade de Coimbra

a)        Breve Caracterização

A Universidade que hoje existe em Coimbra foi fundada, ou ratificada, em 1290 pelo rei D. Dinis, começando a funcionar em Lisboa. É de 1 de Março desse ano o diploma régio que anuncia a criação desta primeira escola universitária portuguesa, que é, igualmente uma das mais antigas da Península Ibérica.

Hoje, a Universidade de Coimbra, com as suas oito Faculdades (Letras, Direito, Medicina, Ciências e Tecnologia, Farmácia, Economia, Psicologia e Ciências da Educação, Ciências do Desporto e Educação Física), e os seus cerca de 22.000 alunos, goza do regime de autonomia consagrado na Lei n.º 108/88, de 24 de Setembro, e possui uma estrutura democrática, reforçada com a promulgação, em 28 de Agosto de 1989, dos seus Estatutos, aprovados em Assembleia constituída por representantes de todos os corpos da comunidade universitária.


b)        Recursos e Tecnologias

Adstrito à UC vai surgir o Tribunal Universitário Judicial e Europeu

Em 23 de Fevereiro de 2006 foi celebrado entre o Ministério da Justiça e a Universidade de Coimbra um Protocolo com vista à criação na Universidade de Coimbra, do Tribunal Universitário Judicial Europeu (TUJE), e que as últimas previsões dizem que iniciará a sua actividade em 2010.

O TUJE será um Tribunal:

Universitário, porque será um Tribunal-âncora para o ensino do direito e formação de profissionais do foro, para a observação da justiça e para a procura de experiências tendentes a contribuir para a melhoria dos serviços judiciais em Portugal;

Judicial, porque será um tribunal formado por juízes, procuradores e funcionários judiciais, segundo os esquemas de competência constitucional e legalmente instituídos e que funcionará como um tribunal de 1ª instância nos mesmos moldes dos tribunais judiciais normais. Enquanto Tribunal Judicial, o TUJE procurará que a justiça se aproxime do ensino e o ensino da prática judicial in loco.

Europeu porque, além de se instalar no edifício que será o futuro Colégio da Europa em Coimbra, na medida do possível, ser um lugar de aprendizagem da função judicial a nível europeu (Tribunal da União Europeia, Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, Tribunal Penal Internacional, Tribunal Internacional de Justiça).

Serviços a Empresas e Transferências do Saber

A Universidade de Coimbra dispõe de uma vasta experiência de intercâmbio de conhecimento com as empresas e de prestação de serviços a organizações da mais diversa natureza. Tem sido também notável a acção da Universidade no apoio ao empreendedorismo.

São mais de um milhar as entidades portuguesas e multinacionais com as quais a Universidade de Coimbra desenvolve projectos de criação de valor acrescentado suportados na sua capacidade de I&D.

De destacar também o número crescente de empresas de base tecnológica que são criadas a partir da investigação desenvolvida por docentes, alunos e ex-alunos da Universidade.

Com uma centena e meia de unidades de investigação, cerca de 1.200 docentes e investigadores e o reconhecimento nacional e internacional da investigação aqui prosseguida, a Universidade de Coimbra assume-se como um parceiro de valor para o tecido económico português e internacional.


Apoio às Transferências do Saber e Empreendedorismo

(GATS – Gabinete de Apoio àsTransferências do Saber)

O GATS•UC – Gabinete de Apoio às Transferências do Saber da Universidade de Coimbra foi criado em Outubro de 2003 no âmbito da Reitoria enquanto unidade de interface de estrutura leve, direccionada para as áreas de relacionamento com entidades externas, inovação, transferência do conhecimento e empreendedorismo.

Ao nível da Transferência de Tecnologia, actualmente estão em curso 41 projectos de investigação.

Unidades de ID – Domínio Científico


c)        Principais áreas de investigação

Centros de Investigação da Universidade de Coimbra

Ciências Humanas e Sociais

Ciências da Saúde e Ciências do Desporto

Ciências Exactas e Tecnológicas

Arquitectura


Ciências Naturais e Antropologia


Instituto de Investigação Interdisciplinar

O Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra (IIIUC) é uma unidade orgânica de ensino e investigação da Universidade de Coimbra que promove investigação e formação avançada interdisciplinares, fomentando o cruzamento fértil entre áreas de saber e a agregação de equipas, no sentido de garantir capacidade de afirmação internacional da investigação científica da UC. Neste mesmo âmbito, o IIIUC promove também a organização de cursos de doutoramento com vocação interdisciplinar.

Podem obter a qualidade de membro do IIIUC as unidades de I&D classificadas com notação de Bom ou superior pelos painéis internacionais de avaliação periódica designados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Actualmente, o IIIUC é composto por 34 Unidades de Investigação da Universidade de Coimbra. O trabalho de investigação produzido situa-se na área das Ciências e da Tecnologia, das Ciências Sociais e das Humanidades.

Incubação e Desenvolvimento Empresarial (IPN – Instituto Pedro Nunes)

Criado em 1991 por iniciativa da Universidade de Coimbra, o Instituto Pedro Nunes (IPN) – Associação para a Inovação e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia – é uma Instituição de Direito Privado, de Utilidade Pública, sem fins lucrativos.

Contribuir para transformar o tecido empresarial e as organizações em geral promovendo uma cultura de inovação de qualidade, rigor e empreendedorismo, assente num sólido relacionamento universidade / empresa e actuando em três frentes que se complementam e reforçam:

  • Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, Consultadoria e Serviços Especializados;
  • Incubação de ideias e empresas;
  • Formação especializada e divulgação de ciência e tecnologia.

Dispõe de infra-estruturas tecnológicas Próprias – Seis Laboratórios de Desenvolvimento Tecnológico (Automação, Electroanálise/Corrosão, Ciências Farmacêuticas, Geotecnia, Informática e Materiais). Para além de aceder a uma rede de investigadores do Sistema Científico e Tecnológico, em particular da Universidade de Coimbra, nomeadamente através da sua Faculdade de Ciências e Tecnologia.

Criada em 2002 por iniciativa do Instituto Pedro Nunes (IPN) e da Universidade de Coimbra, a IPN-Incubadora – Associação para o Desenvolvimento de Actividades de Incubação de Ideias e Empresas, é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos.

A IPN-Incubadora promove a criação de empresas spin-offs, apoiando ideias inovadoras e de base tecnológica oriundas dos laboratórios do IPN, de instituições do ensino superior, em particular da Universidade de Coimbra, do sector privado e de projectos de I&DT em consórcio com a indústria.

Na Incubadora, as empresas dispõem de acesso facilitado ao sistema científico e tecnológico nacional e de um ambiente que proporciona o alargar de conhecimentos em matérias como a gestão, estratégia, finanças, fiscalidade, marketing, qualidade, etc., bem como o contacto com mercados nacionais e internacionais


d)        Casos de Sucesso

Entre as empresas geradas em resultado da investigação científica levada a cabo na UC (“spin-off” universitário) contam-se as empresas Critical Software (desenvolvimento de software), WIT Software (software para aplicações móveis), ISA (telemetria e instrumentação) e Crioestaminal (criopreservação e biomedicina).

A Inovação tecnológica na área da saúde é um dos exemplos do novo modelo em que a cidade tem apostado, Coimbra Inovação Parque (Coimbra iParque), é uma das estruturas que concentra mais empresas nesta área.