Plásticos « KNOW NOW // Conhecimento e Inovação
Know Now

Plásticos

A indústria portuguesa de moldes tem desenvolvido ao longo do tempo e ganhou importância global. O crescimento tem sido impulsionado pela procura externa, pela perícia e experiência dos produtores portugueses, pelo nível de qualidade dos produtos, pelos prazos de entrega, pelos preços competitivos, pela capacidade tecnológica, bem como pela assistência técnica, de tal modo que estas empresas se tornaram grandes fornecedoras mundiais de moldes de precisão, principalmente para a indústria de plásticos.

Fonte: AICEP

Caracterização e sua constituição

O Cluster Plásticostem uma forte implantação nas Regiões Norte e Centro de Portugal.

Na Região Norte é composto por cinco elementos principais que de seguida se apresentam, bem como as empresas envolvidas:

Componentes

Empresas envolvidas

Componente principal formado por empresas que são, de forma simultânea, grandes produtoras de plásticos técnicos e de moldes. Destinam-se, sobretudo ao ramo automóvel;


  • SIMOLDES – Aços, MDA – Moldes de Azeméis;
  • IMA – Indústria de Moldes de Azeméis;
  • SIMOLDES – Plásticos;
  • PLATAZE – Plásticos de Azeméis;
  • INPLÁS – Indústrias de Plásticos;
  • POLIAZE – Reciclagem de Plásticos.

Conjunto de produtores especializados de moldes para plásticos;

  • MOLDOPLÁSTICO;
  • MOLDIT;
  • OLESA – Indústria de Moldes;
  • ALFAMOLDE – Moldes para Plásticos;
  • FABRILCAR – Componentes para Automóveis;
  • JDD – Moldes para a Indústria de Plásticos.

Grupo de fabricantes de produtos em plástico ou borracha para alguns sectores/clientes como: automóvel, embalagem, equipamentos médicos e utilizações hospitalares


  • INAPAL Plásticos;
  • ANCAL Plásticos;
  • DIEHL FAPOBOL Borracha;
  • VINCKE – Tubos Flexíveis;
  • NEOPLÁSTICA
  • PRONEFRO – Produtos;
  • TECNIJOMA – Plásticos Técnicos.

Agregado de fornecedores especializados da indústria de moldes;


  • MOLD TECH Portugal – Tratamento e Revestimento de Metais;
  • TEANDM – Tecnologia, Engenharia e Materiais;
  • SACIA Comércio e Indústria;

Conjunto de primeiros transformadores dos plásticos que funcionam como fornecedores do resto cluster, bem como outros sectores com chapas, perfis, tubos ou com espumas sintéticas.

  • FLEXIPOL – Espumas Sintéticas;
  • EPOLI – Espumas de Polietileno;
  • EUROSPUMA – Soc. Industrial de Espumas Sintéticas


Não é apenas a Norte que o Cluster Plásticos tem uma importância significativa. Também na Região Centro e Sul Litoral este Cluster assume particular relevância, apresentando-se com características particulares:


Características

Empresas envolvidas

A indústria dos moldes para plástico tem na Região Centro a sua principal base no país o que traduz bem o grupo assinalável de empresas desta indústria que aqui se concentram. É precisamente na indústria de moldes para plástico, que se verifica o maior grau de utilização de novas tecnologias da concepção e produção do País.

  • TECMOLDE – Centro Técnico de Moldes para Plásticos;
  • GECO – Gabinete Técnico e de Controlo de Moldes em Fabricação;
  • TJ Moldes;
  • Grupo IBEROMOLDES;
  • Entre outras.

Existência de fabricantes de equipamento para a indústria transformadora de matérias plásticas que, simultaneamente, são fabricantes de moldes, bem como fornecedores de serviços de engenharia.

  • Grupo PLASDAN – Máquinas para Plásticos.


Presença de produtores de matérias primárias em formas primárias.

  • RESPOL – Resinas Sintéticas;


Conjunto diversificado de transformadores e utilizadores de matérias plásticas para três usos fundamentais:

  • Embalagem;
  • Construção e Habitat;
  • Automóvel.
  • MAP Plásticos (Área da Construção e Habitat);
  • LOGOPLASTE (Área da Embalagem);
  • IBER – OLEFF(Área Automóvel);
  • MAPKEY Plásticos (Área Automóvel).



O Cluster conta igualmente com a presença da CEFAMOL – Associação Nacional da Indústria de Moldes.

 

Onde está?

Apresenta forte implantação Entre Douro e Vouga e na Região Centro.

Quais os centros de saber que o suportam?

São várias as Universidades e os Centros de I&D que estão envolvidos com este cluster, destacam-se as Universidades do Minho e de Aveiro. Alguns exemplos de instituições que cooperam neste cluster:

  • Na área dos polímeros: IMAT – Imagiologia de Matosinhos e PIEP – Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros;
  • Na área de moldes e plásticos: CENTIMFE – Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos;
  • INETI (Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial);
  • ITEC (Instituto Tecnológico para a Europa Comunitária).