Escola Superior Politécnica de Saúde da Universidade Católica Portuguesa (Porto) « KNOW NOW // Conhecimento e Inovação
Know Now

Escola Superior Politécnica de Saúde da Universidade Católica Portuguesa (Porto)

a)        Breve Caracterização

O Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa, que constitui uma unidade de ensino e de investigação nos termos do artigo 17º dos estatutos da UCP, foi criado em 20 de Janeiro de 2004 com a finalidade de coordenar as áreas do Saber que incorporam as questões da Biomedicina e da Saúde.

Este Instituto constitui um dos sectores de desenvolvimento estratégico da UCP para os próximos anos e está organizado em torno de três vectores fundamentais:

  • Ensino;
  • Investigação Científica;
  • Prestação de Serviços.

A interacção destes três vectores é indispensável para o desenvolvimento de uma cultura própria da UCP das questões da Saúde em Portugal. A UCP pretende ser um parceiro activo e interveniente no complexo mundo do saber e da prática das questões biomédicas apontando como alvo prioritário a defesa dos valores humanos enquadrados no mais avançado conhecimento científico.

No âmbito do ICS, foi criada em 2006 a Escola Superior Politécnica de Saúde da UCP que integrou a Escola Superior de Enfermagem da Imaculada Conceição (Outubro de 2006) e a Escola Superior de Enfermagem de São Vicente de Paulo (Novembro de 2006), assim como o Curso de Enfermagem já em funcionamento na Escola Superior de Biotecnologia, no Porto.

A Escola Superior Politécnica de Saúde da UCP tem, actualmente, duas Unidades de Ensino de Enfermagem, uma em Lisboa e outra no Porto.


b)        Recursos e Tecnologias

O ICP possui biblioteca e diversos recursos informáticos.


c)        Principais áreas de investigação

No que respeita à Investigação Científica, importa salientar o número de alunos que presentemente frequentam cursos de Mestrado e Doutoramento com a respectiva elaboração de dissertações. Estes alunos têm-se organizado em grupos diversos temáticos à volta dos temas próprios dos programas que frequentaram. Está em fase de estruturação a integração destes grupos num único Centro de Investigação Biomédica da UCP de cariz nacional e múltiplos pólos.